Inspirada em Rihanna, Izy Castelano inspira com seu primeiro single "A culpa é da ..." assista:


A música é o primeiro single de trabalho da artista que é uma promessa para o futuro do R&B e Neo soul brasileiro.



O som, que foi produzido pelo studio Drama, com beat de drama 808 e Mix/Master por Yayo The best, vem carregado de R&B contemporâneo, com elementos de Trap e Rap, esbarrando também no pop. Esse é o primeiro single de trabalho da artista que já lançou um Trap sob o nome de IZY, mas que agora vem marcando um novo momento em sua carreira, onde a mesma declara que irá trabalhar para levantar a bandeira do R&B no Brasil.

“A culpa é da Rihanna” trás uma letra sobre independência emocional, auto estima e a liberdade da mulher decidir onde ela quer estar ou não. Mais do que um convite à reflexão, uma afirmativa. A música, que foi inspirada na Rihanna, nos leva a contemplar uma mulher que acabou de dar fim a um relacionamento que já não lhe cabia mais. Ela coloca o ponto final. Ela tem o controle.




“Fiz essa música pensando em quanto tempo a gente perde com relacionamentos que a gente sabe que não vão nos levar a lugar nenhum. Principalmente se tratando de mulheres negras, o mundo nos ensina que a gente deve aceitar migalhas se a gente quiser se relacionar e não é assim. Nós precisamos saber do poder que temos, nós precisamos assumir o controle de nossas relações. É quando a gente assume esse controle que a mágica acontece. Crescer ouvindo mulheres como a Rihanna me ensinou isso, eu quis passar a mensagem adiante” Diz Izy sobre seu processo de composição.



A música conta com um visualizer dirigido e roteirizado pela própria artista em parceria com o hub criativo nada novo, da qual é uma das diretoras criativas, junto à Julia Reis, que foi a responsável pela filmagem e produção. O audiovisual visual, apesar de simples, consegue causar grande impacto com sua estética vintage que é uma característica muito marcante de Izy.

“Todo mundo quer colocar cantoras negras em uma caixa dizendo como elas devem cantar, o que devem cantar, como devem se vestir, como devem falar… Eu só quero colocar minha identidade nos meus trabalhos. Eu não abro mão disso“ Diz Izy. ‘’As pessoas costumam me perguntar em qual década eu gosto de me inspirar e eu nunca tenho uma resposta definitiva pra isso. Eu cresci ouvindo músicas antigas, assistia muitos filmes antigos com meu pai, eu tenho grandes referências em cada década importante para a música como Etta James, Billie Holiday, Diana Ross, Donna Summer, Michael Jackson… Acredito que essas pessoas moldaram meu estilo, eu apenas misturo tudo e vou. Faz parte de mim” Acrescenta a artista.

Conheça e reconheça os artistas:




Carioca, da zona norte do Rio, Izy Castelano teve seu primeiro contato com a música ainda na infância através de sua mãe. Como cresceu na igreja, lá ela foi se desenvolvendo até entrar no coral da escola, onde por alguns anos, ainda na sua infância, teve um contato mais profissional. Após esse período, Izy colocou a música em segundo plano, até em 2019 gravar um cover de Nina Simone e postar em seu instagram, onde começou a chamar atenção de produtores locais, passou a compor suas próprias canções e trabalhar nelas. Suas letras falam sobre sexualidade, relacionamentos, amor e auto estima.


Siga a artista nas redes sociais:

Youtube

Twitter

Instagram

Spotify



Nassor Oliveira é cientista político, estudioso da sociologia da música e criador da R&B Brazil.


Instagram

Medium


22 visualizações0 comentário